BLOG OC

Roteiro para Vídeo Institucional

IMG_1860

A primeira etapa de produção de qualquer projeto audiovisual é a concepção da idéia. Muitas empresas sentem em algum momento a necessidade de produzir seu vídeo institucional. Dai surge a primeira pergunta: O que vamos mostrar? Como vamos mostrar? O que vamos dizer? Na maioria das vezes não é dado o real valor para essas perguntas. O que é comum acontecer é a elaboração de roteiros por pessoas sem conhecimento das formas e estruturas narrativas deste tipo de produto. É realmente um formato peculiar, com algumas regras e formatos específicos. Sem esse conhecimento seu vídeo está sujeito a tornar-se chato e cansativo.

Existem empresas que investem um valor considerável na produção e esquecem de investir no principal: um bom roteiro. O correto é se investir o dobro do tempo na preparação do que na execução em sí. Tudo se torna mais simples na produção. Sem surpresas, sem dores de cabeça. Muitas vezes acham que é desperdício de tempo e dinheiro investir em um roteiro, já que o “pessoal do marketing” vai escrever algo. Não é uma questão de escrever apenas. E ai é onde mora o perigo. O roteiro é uma junção de imagens, som e percepções, emoções e técnicas de linguagem. Esse problema não acontece apenas com empresas, incrivelmente acontece com grandes agências de publicidade, mesmo possuindo roteiristas em suas equipes, pulam várias etapas importantes nesta fase tão crucial para seus clientes.

É fundamental a participação e colaboração da empresa na elaboração das idéias e na definição do roteiro. Geralmente os melhores roteiros surgem da colaboração CLIENTE x ROTEIRISTA, mas é aconselhável confiar e deixar o roteirista traduzir suas idéias para evitar surpresas no resultado final.

Devido a um vício de mercado, o que mais interessa na maioria dos casos é o orçamento. Dai surge o primeiro grande problema: “Como fazer um orçamento sem um roteiro pré-estabelecido? Muitas vezes é possível fazer um “levantamento de custos”, porém sem um briefing detalhado e uma conversa franca sob as reais necessidades do seu projeto e verba disponível, corre-se o risco de não conseguir o melhor resultado.

Para evitar esses atropelamentos comuns pela falta de conhecimento do processo, criamos uma área de orçamentos online em nosso site, voltado principalmente para empresas (agências) que já tem um roteiro em mãos e teoricamente possuem um certo nível de conhecimento técnico de produção. Isso facilidade e muito a vida de produtores e empresas. Vale resaltar que trata-se de uma estimativa, pois os valores finais precisam ser afinados com o roteiro final. Geralmente os orçamentos são solicitados sem roteiros o que transforma muitas vezes produtoras em “mágicos” ou adivinhadores.

Por isso buscamos uma linguagem aberta com nossos clientes. É preciso informações, dados e quanto mais detalhes melhor para o projeto. As vezes uma grande idéia pode ser bem mais barata de ser executada do que uma pequena e complicada idéia. Fique atento, existem produtoras que fazem volume e não buscam os resultados mais práticos.

Dai entra a arte de captar as idéias, traduzi-las em imagens, e conhecer as reais necessidades de cada projeto. É neste momento que é possível com as informações repassadas saber a dimensão exata do projeto, onde o cliente quer chegar, qual o público e as formas de alcançar os resultados.

Nesta etapa é feito um levantamento preciso de todas as reais necessidades. Tudo precisa ser claro e objetivo. É onde é desenvolvida as formas e os meios para o seu projeto sair do papel e virar realidade.

O nosso processo de produção:

01. Reunião de briefing

Aqui acontece o primeiro contato. Iremos questionar quais as reais necessidades do projeto. O cliente irá passar sua idéia, visão e referencias para o seu filme. É aqui que precisamos entender qual o seu negocio. Esse processo pode acontecer na própria empresa, ou via internet, com a utilização de formulários ou por meio de vídeo-conferência. É recomendado uma visita  nas instalações da empresa, para conhecer sua estrutura.

02. Pesquisa de conteúdo e referências

Após o primeiro levantamento de informações será estudado algumas referencias em relação a linguagem que serão adotadas no seu projeto a ser aprovado. Aqui o objetivo é conhecer quais os caminhos e as técnicas que serão adotadas para elaboração do seu projeto.

03. Estimativa de produção (levantamento e apresentação de pré-orçamento baseado nas informações coletadas)

Com a sinalização das referências, já é possível fazer um levantamento dos custos. Já sabemos e conhecemos a estrutura da empresa, tomamos nota das referências e conhecemos a linguagem que será utilizada. Será apresentado uma estimativa de custos para a produção.

04. Aprovação de pré-orçamento

Com o pré-orçamento ou estimativa aprovada, damos seguimento a produção do roteiro. Agora nossos roteiristas irão trabalhar detalhadamente nos textos e tipos de linguagem. Iremos planejar e definir cada segundo do seu filme. Com esse roteiro saberemos tudo que vamos precisar para executar o projeto. Nesta etapa geralmente acontecem variações, surgem novas idéias e é possível ocorrerem mudanças significativas na estrutura inicial. Por isso, o cliente precisa estar ciente que o primeiro orçamento é apenas uma estimativa. Somente após o roteiro final é possível saber quanto custará o seu filme.

05. Inicio da produção do roteiro
06. Aprovação do conteúdo:
07. Finalização/revisão do conteúdo:
08. Análise de produção e levantamento detalhado de custos baseado no roteiro final
09. Aprovação final do roteiro.
10. Inicio da produção

Após a análise e elaboração do roteiro, é possível realizar um levantamento preciso da  verba que será investida no projeto. Com o roteiro idealizado já podemos saber ao certo quais as necessidades, técnicas, locações, casting e necessidades de pós-produção. É papel da produtora deixar claro ao cliente o processo, já que o mesmo não tem obrigação de conhecer. Portanto, entender as necessidades deste processo e não “pular” etapas é fundamental para uma parceria de sucesso na realização de um produto audiovisual.

Leave a Reply